Show Less
Restricted access

A circulação literária e cultural

Series:

Edited By Jose Luis Jobim

Uma questão importante para os estudos literários é a circulação de obras além de seu lugar de origem. Muitos outros aspectos devem ser levados em consideração também, como a posição assimétrica dos autores e de suas obras na circulação internacional, condicionada pela posição relativa de línguas e culturas em um mercado global. Este volume estuda a circulação literária e cultural e inclui ensaios que exploram este tópico tanto em estudos de caso, analisando obras e autores de diversas literaturas e culturas, quanto em discussões sobre questões teóricas referentes à circulação e a tudo que ela implica: temporalidade, lugar, método, objetos materiais e conceitos.

Show Summary Details
Restricted access

2 A circulação cultural e a idade das culturas em Witold Gombrowicz (Olga Kempinska)

Extract

← 40 | 41 →

OLGA KEMPINSKA

2    A circulação cultural e a idade das culturas em Witold Gombrowicz

“Comportava-se como um menino na escola” (Gombrowicz 2004: 129). “Sempre se movia de maneira juvenil, esportiva e cheia de energia […]. Seu comportamento, provocativo e ao mesmo tempo cordial, corroborava essa aparência jovem” (Ibidem: 132). “Meu pai queria apresentar Witold ao meio intelectual, mas considerava que ele não dava impressão de um homem adulto. Seu jeito de rapaz parecia ao meu pai um capricho da natureza” (Ibidem: 22). “Estava perante um homem que passou dos 40, ao qual um rosto infantil e, quem sabe, também o estado de espírito davam a aparência de um jovem de 20” (Ibidem: 72). Muitas pessoas que o conheceram na Argentina ficaram perplexas com sua aparência enganadora que, acompanhada de um comportamento travesso, fazia com que Witold Gombrowicz (1904–1969) exibisse um extraordinário ar de juventude. Como veremos, sua reflexão em torno ao problema da idade está intimamente relacionada à colocação em questão da experiência e da representação do corpo. Gombrowicz foi, de fato, um dos escritores mais fascinados pela relação entre idade e estética e um dos maiores expoentes do conceito da imaturidade. Em seus Diários, escritos entre 1953 e 1969, em grande parte durante seus anos de emigração na Argentina, o escritor sublinha, por um lado, a correlação estrita entre a maturidade e a...

You are not authenticated to view the full text of this chapter or article.

This site requires a subscription or purchase to access the full text of books or journals.

Do you have any questions? Contact us.

Or login to access all content.