Show Less
Restricted access

A tradução em movimento

Figurações do traduzir entre culturas de Língua Portuguesa e culturas de Língua Alemã

Series:

Edited By Susana Kampff Lages, Johannes Kretschmer and Kathrin Sartingen

Para germanistas atuantes em países lusófonos ou lusitanistas em países de língua alemã, a tradução é ferramenta diária e essencial ao trabalho. Mas como tornar essa prática objeto de investigação sistemática? De que forma a tradução e seus desafios auxiliam o pesquisador que opera no campo dos estudos literários? Esta coletânea constitui uma reunião de estudos que tomam a tradução, sua prática, seus desafios e questionamentos, como ponto de partida para abordar temas caros aos estudos literários e culturais. A partir do estudo da obra de autores como Haroldo de Campos, Jorge de Sena, Vilém Flusser, Franz Kafka, Walter Benjamin, entre outros, os autores buscam refletir sobre o papel das relações entre tradução, exílio, identidade, história e filosofia.

Show Summary Details
Restricted access

Apresentação

Extract



Em sua obra mais conhecida, Grande Sertão: Veredas, o escritor brasileiro João Guimarães Rosa reitera, pela voz do personagem Riobaldo, o caráter misturado, híbrido do sertão, essa paisagem simultaneamente geográfica e espiritual que condensa toda uma visão da língua, da literatura e da cultura brasileira e seu diálogo com outras línguas e culturas. Ora, essa mistura é correlata do extremo dinamismo que subjaz desde sempre à prática da tradução e possivelmente é um dos elementos pelos quais ela foi por tanto tempo relegada a um lugar secundário na reflexão literária e filosófica. Os trabalhos aqui reunidos são, em sua maior parte, fruto da interlocução entre pesquisadores brasileiros e alemães que se reuniram em simpósios dedicados aos Estudos da Tradução durante as 10ª e 11ª edições do tradicional Congresso dos Lusitanistas Alemães, realizados respectivamente em 2013 na Universidade de Hamburgo e em 2015 na Universidade RWTH Aachen, sob os auspícios da Associação dos Lusitanistas Alemães. Tendo como temas gerais, respectivamente, a questão da migração e do exílio e a questão das rupturas e transformações políticas nos países de língua portuguesa, nossos simpósios propunham o exame de obras de autores brasileiros, portugueses e alemães, sob o prisma das transformações operadas pela tradução em sentido próprio, mas também em sentido amplo, como opera...

You are not authenticated to view the full text of this chapter or article.

This site requires a subscription or purchase to access the full text of books or journals.

Do you have any questions? Contact us.

Or login to access all content.