Show Less
Restricted access

Collecçam dos Papeis Anonymos

Editada por Hans Fernández e Pascal Striedner

Series:

Bento Morganti

Edited By Hans Fernández and Pascal Striedner

A Collecçam dos Papeis Anonymos constitui o primeiro texto do gênero spectator aparecido na península ibérica. Atribuída ao religioso Bento Morganti, a obra circulou na cidade de Lisboa — num contexto marcado pela Censura e Inquisição — em forma de folhas volantes entre os anos de 1752 e 1754. Ao longo de quatro coleções e 44 números, sua instância narrativa reflete com base em um pensamento próprio do Iluminismo sobre a necessidade de transformar a sociedade portuguesa, especialmente por meio da educação, com a finalidade de levá-la ao nível das mais avançadas da Europa.

A presente edição diplomática dá a conhecer o «Manuscrito de Coimbra» e tenta contribuir para a pesquisa dos spectators em Portugal.

Show Summary Details
Restricted access

Das Modas.

Extract



NA verdade confesso, que nam sei se o mundo foi sempre em todos os tempos o mesmo, ou se tem mudado no presente seculo de natureza. He esta huma questam difficultoza de decidir, mas por algumas observaçoens, que a este respeito tenho feito, quazi, que posso seguramente dizer, que ao menos nos costumes tem variado muito o mundo, ou os homens, que o habitam. Para estabelecer por certa, e quasi in falivel esta resoluçam, basta olhar para a grande [50] variedade, que a acada passo se encontra nisto a que ordinariamente se chama móda, porque jà nenhuma pessoa de qualquer estado, ou condiçam, que seja uza para seu adorno de couza, que lhe esteja bem, ao corpo, ou ao semblante, q̃ nam seja da fórma, q̃ se costuma. Tudo o antigo, ainda, que seja rico, e excellente, ou se despreza, ou se desmancha para se converter em outra cousa, que custa o mesmo, e valle muito menos, só porque he móda; e tenho visto, mandar desmanchar ricos adereços de pescoço, e orelhas; excellentes joyas, e outras muitas pessas, com a recomendaçam, que se faça huma, e outra cousa de mais aparato, e de melhor gosto porque o que se manda desmanchar jà se nam uza, com o que vem a ter dous prejuizos, que sam os feitios, que custàram os primeiros, e os outros mais excessivos, que custam os segundos, e tudo se sofre, porque he m...

You are not authenticated to view the full text of this chapter or article.

This site requires a subscription or purchase to access the full text of books or journals.

Do you have any questions? Contact us.

Or login to access all content.