Show Less
Restricted access

Mio Cid e D. Sebastião

Construções de unidade e diferença nas literaturas ibéricas do século XX

Series:

Lydia Schmuck

Mio Cid e D. Sebastião são figuras centrais no discurso identitário da Península Ibérica. Sobretudo no século XX, marcado por transformações políticas, servem para tomar posição relativamente à situação nacional. O estudo investiga, de uma perspectiva ibérica, o recurso às figuras míticas nas literaturas espanhola e portuguesa do século XX. Exploram-se, por um lado, as construções mútuas de identidade e alteridade e, por outro, os temas que se discutem mediante estas figuras. Situada na intersecção dos Estudos Literários com a Sociologia, a análise centra-se na manifestação literária do discurso mitológico, na sua relação com outros temas e no seu posicionamento no contexto sociopolítico.
Show Summary Details
Restricted access

Sobre o autor

Extract



Lydia Schmuck trabalha na Universidade de Hamburgo, onde é investigadora principal de um projecto sobre a ideia de ‘Europa’ na literatura ensaística da Península Ibérica. A sua actividade de investigação concentra-se nas seguintes áreas: estudos ibéricos contemporâneos, figurações literárias da Europa e de ideias políticas, concepções de identidade e alteridade, teoria da memória e estudos culturais.

You are not authenticated to view the full text of this chapter or article.

This site requires a subscription or purchase to access the full text of books or journals.

Do you have any questions? Contact us.

Or login to access all content.