Show Less
Restricted access

Revisitar el costumbrismo

Cosmopolitismo, pedagogías y modernización en Iberoamérica

Series:

Kari Soriano Salkjelsvik and Felipe Martinez Pinzón

Revisitar el costumbrismo. Cosmopolitismo, pedagogías y modernización en Iberoamérica es una recopilación de artículos cuyo foco de estudio es el costumbrismo del siglo XIX como discurso que vehiculó y respondió a los procesos de modernización en Latinoamérica. Los trabajos que aquí se incluyen se acercan al costumbrismo discutiendo problemáticas estéticas, culturales y políticas de distintas tradiciones latinoamericanas – Argentina, Brasil, Colombia, Cuba, México, Perú y Venezuela –, entrando en diálogo también con España. Nuestro objetivo con este proyecto es volver al costumbrismo latinoamericano para restituirle todo su grosor histórico y estético, alineándolo con otros debates sobre el siglo XIX que han abordado este periodo desde los estudios culturales y la crítica literaria.
Show Summary Details
Restricted access

Nacional por oposição: ingleses na ficção brasileira do século XIX

Extract



A presença de personagens estrangeiros1 na literatura brasileira pode ser substanciada na ficção publicada sobretudo a partir da segunda metade do século XIX, muitas vezes evidenciando tendências nacionalistas que predominavam naquele período, imbuídas de sentimentos de intolerância e até hostilidade em relação aos elementos não-nacionais. Entre as diferentes nacionalidades que circulavam no país então, e que receberam representação literária, a inglesa, leia-se britânica, parece ser aquela que mais despertou animosidade.

Examina-se aqui representações de antagonismo entre personagens brasileiros e ingleses, enquanto exemplos de uma manifestação peculiar do costumbrismo2 no âmbito da literatura brasileira. Todavia, ao invés de ler o personagem nacional diretamente, o objetivo é focar em seu oposto, o personagem estrangeiro, analisando como este tipo foi traduzido para o público brasileiro de modo caricato e satírico. Enquanto exemplo de ficção costumbrista, essa é uma literatura nacional fala de ← 75 | 76 → si própria a partir das diferenças, defeitos e vícios alheios, buscando separar-se deles. Ao narrar o que poderia ser chamado de um anti-costumbrismo, o resultado é uma projeção do nacional por oposição.

You are not authenticated to view the full text of this chapter or article.

This site requires a subscription or purchase to access the full text of books or journals.

Do you have any questions? Contact us.

Or login to access all content.