Show Less
Restricted access

Poesia do terceiro espaço

Lírica lusófona contemporânea

Series:

Verena Dolle and Anne Begenat-Neuschäfer

A ideia do presente volume nasceu durante o IX Congresso de Lusitanistas de Alemanha (Descobertas e utopias: a diversidade dos países de língua portuguesa) em Viena em setembro de 2011, na seção intitulada Poesia do terceiro espaço – lírica lusófona contemporânea. Os artigos reunidos neste volume refletem um termo crucial para os estudos pós-colonias, o epônimo «terceiro espaço». Cunhado por Homi Bhabha e frequentemente usado em sentido abrangente, o termo serve como ponto de partida heurístico para analisar a ideia de espaço na poesia dos séculos XX e XII.
Show Summary Details
Restricted access

Navegações (1983): Raumkonstrukte in der Dichtung von Sophia de Mello Breyner Andresen: Anne Begenat-Neuschäfer

Extract

Anne Begenat-Neuschäfer

The following article establishes a connection between Sophia de Mello Breyner Andresen’s poetic discourse and Dante’s poetry thus opening an intertextual “third space”. It allows us to make a statement about the past of Portugal and its national destiny and, in doing so, to refer to Fernando Pessoa. The slim volume of poems, Navegações, serves as a basis for the analysis and provides a detailed commentary of its two cycles, As Ilhas and Deriva.

A poesia de Sophia de Mello Breyner Andresen pode ser considerada a voz nacional da poesia portuguesa moderna. Que tipo de espaços sua poesia evoca? De que forma esses espaços se referem à constelações líricas precedentes? Um novo espaço imaginário de identidade cultural, que pode se tornar um terceiro espaço, surge da nova compreensão da perda das colônias e do fim do Império português? Este artigo procura apresentar respostas possíveis a essas questões. Procura estabelecer relações entre o discurso poético de Sophia de Mello Breyner Andresen e a poesia de Dante, abrindo assim uma intertextualidade de “terceiro espaço”. Termos como “alienação” e “distanciamento” permitem-nos fazer considerações sobre o passado de Portugal e seu destino nacional, referindo-se assim a Fernando Pessoa. O pequeno volume de poesias, Navegações, de 1983, serve como base para a análise que oferece um comentário detalhado de seus dois ciclos, As Ilhas e Deriva.

You are not authenticated to view the full text of this chapter or article.

This site requires a subscription or purchase to access the full text of books or journals.

Do you have any questions? Contact us.

Or login to access all content.