Show Less
Restricted access

O comportamento linguístico dos emigrantes portugueses na Áustria

Cláudia Fernandes

Com o regresso da emigração ao quotidiano português, tornou-se manifesto que o fenómeno adquiriu contornos diferentes em comparação às vagas de emigrantes anteriores. Esta investigação centrou-se nos portugueses residentes na Áustria e procurou descrever o comportamento da língua portuguesa em contacto com as diferentes línguas estrangeiras com as quais convive em contexto austríaco e as consequências daí decorrentes. Por exemplo, em que medida há interferências de outras línguas, quais as estratégias dos falantes para gerir as suas competências linguísticas, quais as áreas mais permeáveis a transferências, etc. Como se trata de uma comunidade recente e não muito numerosa, os fenómenos linguísticos puderam ser observados ainda numa fase inicial.
Show Summary Details
Restricted access

3.2.1.5. Área pragmático-textual

Extract



De qualquer modo, esta seria a listagem completa de fenómenos que poderiam ser considerados no âmbito pragmático-textual.

Tabela 15: Desvios pragmático-textuais

Observemos os casos que se seguem:

33. (8) Já que estou aqui tenho de fazer alguma coisa\ ou?

No exemplo 33, o entrevistado procurava um feedback positivo do seu interlocutor e optou por emitir uma frase terminando-a com uma interrogativa tag39. No entanto, em vez de se valer de uma configuração portuguesa com o advérbio “não” acompanhado por um verbo (Não? Não é? Não achas? …), recorreu à conjunção disjuntiva “ou”. Acontece que este recurso, em português, só expressa uma alternativa e não preenche pragmaticamente o sentido de pedido de feedback. Esse valor de pergunta retórica que pressupõe uma concordância existe sim em alemão com “… oder?” e foi aqui traduzido e usado como equivalente a um “não é?”, o que, em português, resulta numa frase sem sentido, uma vez que o interlocutor esperará pela oração que seria introduzida pela conjunção disjuntiva.

34. (10) Ah ja uma pergunta muito boa

35. (32) fazer crescer a criança no sentido de-/ also em todas as áreas

A introdução de termos de apoio em alemão, consciente ou inconscientemente, também foi observado neste corpus: termos que expressam uma interjeição ou uma bengala para a explicação de...

You are not authenticated to view the full text of this chapter or article.

This site requires a subscription or purchase to access the full text of books or journals.

Do you have any questions? Contact us.

Or login to access all content.