Show Less

Interacciones entre las literaturas ibéricas

Series:

Edited By Francisco Lafarga, Luis Pegenaute and Enric Gallén

Este libro recoge aquellas contribuciones al Congreso internacional Las relaciones entre las literaturas ibéricas (Universitat Pompeu Fabra en colaboración con la Universitat de Barcelona, 18-20 de junio de 2009) que se ocupan de analizar las interacciones entre las literaturas ibéricas. Reúne numerosos trabajos que inciden plenamente en distintos fenómenos vinculados con las denominadas, de manera general, relaciones literarias, y que contemplan aspectos como la mediación literaria y cultural, la recepción crítica o la intertextualidad, tanto desde el punto de vista bilateral como multilateral. Las restantes contribuciones al congreso se encuentran en otros dos volúmenes de esta colección: Traducción y autotraducción en las literaturas ibéricas y Relaciones entre las literaturas ibéricas y las literaturas extranjeras.

Prices

Show Summary Details
Restricted access

As relações portuguesas de Ramón Gómez de la Serna 195

Extract

195 As relações portuguesas de Ramón Gómez de la Serna ÂNGELA FERNANDES Universidade de Lisboa A relação que o escritor espanhol Ramón Gómez de la Serna (1888–1963) estabeleceu com Portugal assumiu duas faces distintas, ainda que plausivel- mente conexas: uma biográfica, porque viajou e viveu em terras portugueses durante vários anos, outra especificamente literária, ou artística, porque se integrou no meio cultural lisboeta e manteve contactos relevantes com alguns dos seus protagonistas. Embora se afigure inegável a importância do exemplo artístico de Ramón junto de autores portugueses das primeiras décadas do século XX, não perdurou memória consistente destas suas rela- ções portuguesas. Ao relembrar, aqui, os contornos da recepção em Portugal da obra do autor, identificar-se-ão as principais linhas de leitura e apre- ciação do “ramonismo” em contexto português e, ao mesmo tempo, pro- curar-se-ão algumas hipóteses de explicação para esse tendencial esqueci- mento de Gómez de la Serna nas descrições dos diálogos culturais ibéricos das décadas de 1920 e 1930. Os estudos sobre o autor referem com frequência uma circunstância biográfica de algum relevo: entre 1915 e 1930, Gómez de la Serna viajou regularmente a Portugal, tendo mesmo passado largas temporadas em Lis- boa entre os anos de 1922 e 1925, época em que inclusivamente construiu uma casa no Estoril, conhecida como “El Ventanal...

You are not authenticated to view the full text of this chapter or article.

This site requires a subscription or purchase to access the full text of books or journals.

Do you have any questions? Contact us.

Or login to access all content.