Show Less
Restricted access

Collecçam dos Papeis Anonymos

Editada por Hans Fernández e Pascal Striedner

Series:

Bento Morganti

Edited By Hans Fernández and Pascal Striedner

A Collecçam dos Papeis Anonymos constitui o primeiro texto do gênero spectator aparecido na península ibérica. Atribuída ao religioso Bento Morganti, a obra circulou na cidade de Lisboa — num contexto marcado pela Censura e Inquisição — em forma de folhas volantes entre os anos de 1752 e 1754. Ao longo de quatro coleções e 44 números, sua instância narrativa reflete com base em um pensamento próprio do Iluminismo sobre a necessidade de transformar a sociedade portuguesa, especialmente por meio da educação, com a finalidade de levá-la ao nível das mais avançadas da Europa.

A presente edição diplomática dá a conhecer o «Manuscrito de Coimbra» e tenta contribuir para a pesquisa dos spectators em Portugal.

Show Summary Details
Restricted access

Do bom, e mao uzo da Dansa.

Extract



EM huma caza das melhores nestas visinhanças ha huma devoçam, ou para milhor dizer hum costume, de se fazer todos os annos hũa festa, ou huma galhofa em obsequio de certo Santo, para a qual concorre muita gente deste citio, e outra tanta vem cõvidada da Corte. Cõsta a tal galhofa de se armar na melhor caza hum bom altar, buscando-se para o seu adorno todo o preciozo, muitas luzes, boas flores, e nelle se coloca a Imagem do Santo muito cheyo de diamantes, e joyas de excellente gosto, humas proprias, outras emprestadas. Principia a festa depois de jentar, vem chegando a musica, preparado tudo, canta-se a [74] Ladainha, e depois algum responsorio proprio ao Santo, que se festeja, tudo com muita solemnidade; o que acabado se vai pondo tudo em ordem de divertimento, dizendo, que nam he bom estar a gente ocioza, e sem outra alguma reflexam immediatamente se acha trocado todo aquelle lugar em que parece respirava a devoçam, e a piedade, em hum Theatro profano; e o mesmo Santo que assistio aos obsequios de hum agradecimento devoto, fica da mesma sorte assistindo tambem a muitos actos em que evapora a indecencia. Eu, que nam disgosto de assistir a tudo quanto posso, para dar exercio às minhas observaçoens, tambem là fui parar á tal caza, e fui mais cedo, para que me nam escapasse cousa alguma; e depois de ouvir varias cantatas, boas arias, excellentes concertos de musica em que...

You are not authenticated to view the full text of this chapter or article.

This site requires a subscription or purchase to access the full text of books or journals.

Do you have any questions? Contact us.

Or login to access all content.