Show Less
Restricted access

Espaços, tempos e vozes da tradução

Entre literaturas e culturas de língua portuguesa e língua alemã

Series:

Edited By Kathrin Sartingen and Susana Kampff Lages

A tradução é tanto um recurso indispensável à sobrevivência, quanto o fundamento de novos mundos, materiais e imateriais. A dimensão ontológica e fenomenológica da tradução é desdobrada nos ensaios reunidos neste livro por pesquisadores dedicados à prática da tradução para dela extrair consequências teórico- críticas. Os textos aqui reunidos focalizam traduções intermediais, entre lugares físicos e figurados e entre línguas. Num mundo globalizado, onde novas mídias e linguagens surgem a todo instante, traduzir não só línguas mas também universos culturais complexos é tarefa a ser sempre de novo reproposta. É essa faceta da tradução que os textos desta coletânea apresentam a partir de uma renovada perspectiva que atualiza teorizações clássicas. A dimensão criativa e inventiva da tradução é mais uma vez lembrada e aqui apresentada como indispensável à superação dos desafios a vir.

Show Summary Details
Restricted access

Sobre os autores

Extract



Ângela Maria Dias é professora de literatura brasileira e literatura comparada da UFF, ensaísta, crítica literária e pesquisadora do CNPq. É atualmente professora no programa de pósgraduação em Estudos de literatura na UFF. Foi pesquisadora, com bolsa CAPES/FULBRIGHT, na Brown University (EUA, 2007), e professora visitante na Georgetown University (EUA, 2007–2008). Além de vários artigos em periódicos especializados, e da organização de várias coletâneas de ensaios, com Paula Glenadel, Estéticas da crueldade (Rio de Janeiro, Atlântica Editora, 2004), Valores do abjeto (Niterói, EdUFF, 2008) e Cenas de arte e ficção: teatralidades contemporâneas (Rio de Janeiro, Confraria do Vento, 2015) e com Stefania Chiarelli, Atores em cena: o público e o privado na literatura brasileira contemporânea (Ed. Oficina Raquel, 2017) publicou, nos últimos anos, Cruéis Paisagens Literatura Brasileira e Cultura Contemporânea (EdUFF, 2007), A forma da emoção Nelson Rodrigues e o melodrama (Ed.7Letras/CNPq, 2013) e Valêncio Xavier: o Minotauro multimídia (Ed.Oficina Raquel, 2016). Mais recentemente, em 2019 organizou a coletânea, Ficção e travessias: uma coletânea sobre a obra de Godofredo de Oliveira Neto e publicou um conjunto de ensaios literários, com o título de Linhagens performáticas na literatura brasileira contemporânea, ambos pela editora 7Letras (Rio de Janeiro), sendo o último volume também com o apoio do CNPq.

Dennys Silva-Reis é professor adjunto de Literatura de Expressão Francesa...

You are not authenticated to view the full text of this chapter or article.

This site requires a subscription or purchase to access the full text of books or journals.

Do you have any questions? Contact us.

Or login to access all content.